Prefeitura faz análise de mais de 522 processos de licenciamento por mês no Implurb

Com um total acumulado de 2.610 processos de licenciamento de janeiro a maio de 2022, a Prefeitura de Manaus, via Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), soma uma média de 522 análises por mês, ou 17 por dia.


Na variação entre 2022 e 2021, o período teve alta de 77%. Ano passado, nos cinco primeiros meses, foram 1.476 processos tramitando na Divisão de Aprovação de Projetos (Diap).

No mês de maio, a variação positiva foi de 37%, com atuais 549 processos contra 400 do ano anterior. Durante a gestão do prefeito David Almeida o acumulado chega a 9.004 processos, entre janeiro de 2021 e abril de 2022.

“Buscamos melhorar os índices urbanísticos e de licenciamento para Manaus ser cada vez mais atrativa a negócios, empreendimentos e investimentos. Modernização de sistemas e o trabalho de uma equipe valorosa representam mais processos e projetos em análise, aumentando o volume de licenciamento. Mais processos, mais licenciamento, mais obras”, ressaltou o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

O maior volume se reflete diretamente na alta da arrecadação municipal na autarquia, que em maio de 2022 registrou R$ 2.170.642,65, incremento de 31,7% em relação a 2021 (R$ 1.647.531,85). Nos cinco primeiros meses a variação é de quase 20%, totalizando R$ 8 milhões no período.

Fotos – Antônio Pereira / Arquivo Semcom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem