Prefeitura inicia licenciamento ambiental junto ao Ipaam do parque Gigantes das Florestas

A Prefeitura de Manaus deu mais um importante passo para o licenciamento urbano e ambiental do futuro parque linear Gigantes das Florestas, o primeiro que será instalado entre as zonas Leste e Norte da capital, entre os bairros Tancredo Neves e Novo Aleixo.


Nesta quarta-feira, 1º/6, o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) protocolou documentação junto ao Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) para obtenção de licença prévia, a fim de aprovar a construção do empreendimento urbano e temático, numa área de quase 150 mil metros quadrados, com 2 quilômetros de extensão.

O Implurb já tem a Certidão de Informação Técnica (CIT) para o parque. A aprovação da CIT foi mais um passo dado pela Prefeitura de Manaus na obtenção do licenciamento e da autorização de órgãos ambientais e de patrimônio para o início das obras.

O Gigantes das Florestas tem características multigeracionais, tendo como objetivo da gestão David Almeida ser o principal espaço público de qualidade entre os bairros, com inúmeros atrativos, entre eles figuras gigantes da fauna e flora, que configuram a área temática para crianças e adolescentes.

“Hoje a área limítrofe entre as duas zonas mais populosas da capital não tem uma função específica, estando no trecho das bacias de retenção construídas pelo governo e prefeitura. Sem função e uma ocupação positiva, a área é passível de ocupações irregulares, lixeiras viciadas, entre outros usos não adequados e que não trazem benefício social, esportivo, cultural e urbano para a população”, disse o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

Avenidas

O parque linear fica situado entre as avenidas Isaías Vieiralves e Olívia de Menezes Vieiralves e seu projeto contempla faixa saudável, com pista de caminhada, faixa verde de arborização e ciclovia bidirecional, contendo paraciclos em sua extensão.

Quiosques gourmet vão acomodar as atividades de alimentação, com áreas de mesas e decks integrados, possuindo conjuntos de banheiros públicos e playgrounds. Para os esportes, o Gigantes das Florestas terá duas quadras poliesportivas, três quadras de areia, três academias ao ar livre e um skate park.

Para atender todas as faixas etárias e grupos, a prefeitura projetou espaços para Pessoas com Deficiência (PcDs) e com mobilidade reduzida, como um playground inclusivo e um play pet. Zumbas, shows e apresentações culturais também terão área reservada no parque.

“Com uma área tão rica e um tecido urbano a ser reabilitado, ganhando uma função urbanística, cultural, de lazer e desporto, o parque Gigantes das Florestas ainda prevê estruturas para atender a habitação de interesse social, com a previsão de construção de unidades habitacionais no seu entorno, e a implantação de um Centro de Atendimento Psicossocial (Caps)”, comentou Valente.

E nas extremidades da obra foi programado o parque temático com esculturas e figuras de grandes dimensões que são uma ode à Amazônia, com uma diversidade de cenários interativos, áreas molhadas, brinquedos lúdicos e interativos, e iluminação pública.

Em maio deste ano, o Implurb formalizou a afetação e destinação de bem público do canteiro central das avenidas do parque linear.

Fotos – Antônio Pereira / Arquivo Semcom

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem