Prefeitura realiza abertura da ‘Semana Municipal de Prevenção às Drogas nas Escolas’

Com o tema “A escola como um ambiente promotor de reflexão e estímulo ao autocuidado”, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou a abertura da “Semana Municipal de Prevenção às Drogas nas Escolas”.


O evento aconteceu nesta segunda-feira, 20/6, no Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Josefina Rosa de Mattos Pereira de Castro, localizado no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste da cidade. A ação será realizada até quinta-feira, 23/6.

O objetivo da ação é despertar nos estudantes uma consciência de que eles sejam responsáveis por suas ações, que façam escolhas saudáveis e desenvolvam o protagonismo e a sua própria autonomia a partir das orientações necessárias, que são oportunizadas para cada faixa etária. Além disso, a escola deve ser um ponto de convergência de programas e projetos que visem a promoção de saúde em toda a comunidade onde está inserida.

A Semana de Prevenção é organizada pela Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (GACPE) da Semed e contou com a participação de gestores, professores, alunos e instituições parceiras, como a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), Polícia Federal, Civil e Militar, Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasps), entre outros.

O diretor do Departamento de Gestão Educacional (Dege), Evaldo Bezerra, representou a secretária municipal de Educação, professora Dulce Almeida, no evento e destacou a importância do momento que envolve crianças e adolescentes da rede municipal de educação.

“As escolas têm um papel fundamental no combate e prevenção às drogas, por isso a importância de desenvolver ações que envolvam todos os estudantes da rede municipal de educação. O prefeito David Almeida e a secretária Dulce apoiam todos os programas que a Semed lança contra esse mal, por isso, hoje é um dia muito significativo para todos nós, durante toda essa semana, nossas escolas trabalharão esse tema para sensibilizar toda a comunidade escolar”, mencionou Evaldo.

Até quinta-feira, as unidades de ensino que atendem alunos de 6° ao 9° ano do ensino fundamental realizarão atividades referentes à temática. Com atividades trabalhadas nas escolas, por meio de produção de vídeos, pesquisas, oficinas e palestras.

O secretário da Semseg, Sérgio Fontes, durante a palestra, explicou a importância da escola pública, não só para sua vida, mas para toda sociedade. “A escola tem papel fundamental na formação de um cidadão, eu sou prova viva disso. Sou oriundo de escola pública, de uma família com cinco irmãos, meu pai era o único que trabalhava em casa. A escola foi produtora dos meus sonhos, minha vida toda foi dedicada a combater as organizações criminosas. Então, quero que esses adolescentes entendam que o trabalho, talento, vontade, esforço, isso tudo é potencializado na escola”, comentou Sérgio.

Para a aluna Vanessa Vasconcelos, 12, 6º ano, a escola tem um papel muito importante de conscientização na vida de todos os alunos. “É na escola que a gente aprende o que é certo ou errado. Por isso é muito perigoso se envolver com drogas”, aconselhou Vanessa.

Parceria

A parceria da Prefeitura de Manaus com a Polícia Militar desenvolve nas escolas da rede municipal de educação o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), que tem o objetivo de realizar tarefas voltadas à prevenção do uso indevido de drogas e situações geradoras de violência que coloquem em risco a saúde, a integridade física e as perspectivas de desenvolvimento psicossocial de crianças e adolescentes.

Atualmente, o Proerd acontece em mais de 50 escolas e atende mais de 8 mil alunos. “Esse é um assunto de interesse da segurança pública e a educação é uma parceira de suma importância. Nossa contribuição não é apenas durante essa semana, mas sim o ano todo, estamos aqui para fazer os adolescentes refletirem sobre esse problema que assola a sociedade, trazemos muitas informações, focamos nas tomadas de decisões, onde eles poderão ter consequências boas ou ruins para vida”, relatou o instrutor do Proerd, Hamilton Caetano.

Fotos - Eliton Santos/ Semed

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem