Reeducandos do CDPM 2 realizam primeira etapa das Olimpíadas Brasileira de Matemática

Na manhã desta terça-feira (07/06), sete internos do Centro de Detenção Provisório de Manaus (CDPM) 2 realizaram a 17ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).


A iniciativa aconteceu numa ação conjunta entre a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Escola de Administração Penitenciária (Esap) e Secretaria de Estado de Educação e Desporto, com o objetivo de estimular o estudo da disciplina e a inclusão social pelo conhecimento.

Desta vez, 21 pessoas privadas de liberdade (PPLs) matriculadas na Escola Estadual Giovanni Figliuolo, no CDPM 2, do Ensino Fundamental e Médio, realizaram a prova de primeira fase. Esta é a quinta vez que unidades prisionais do Amazonas realizam as provas da OBMEP.

Estiveram presentes no decorrer da aplicação das provas o secretário executivo adjunto da Seap, coronel André Luiz Barros Gioia; o diretor da Esap, Tales Renan; o ouvidor Daniel Benvenutti, juntamente com corregedor Bruno Colares; a diretora da escola, Kelly Cerquinho; e monitores da unidade.

“É muito gratificante saber que nossa escola está funcionando, esse destaque por meio dessa parceria com a Seduc (Secretaria de Educação) está trazendo bons resultados para nossas unidades. Através dessas iniciativas nós conseguimos mostrar para sociedade que o trabalho que a Seap vem realizando tem gerado bons frutos”, destacou coronel Luiz Barros Gioia.

Para o diretor Tales Renan, a melhora dos serviços educacionais da Seap se dá por essas ações. “Quando recebemos essa visibilidade para aplicar provas da OBMEP, nós conseguimos identificar que nosso caminho está sendo bem trilhado, e a Olimpíada Brasileira de Matemática vem para coroar isso”, assinalou.

Prova da OBMEP

As provas que são ofertadas dentro das unidades são as mesmas que são realizadas em demais escolas públicas. Após o levantamento das pontuações, se houver aprovação, os participantes seguirão para a segunda fase.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem