VIGIE IRMÃO! Pastor tenta subornar técnico e evitar que esposa descubra “pulada de cerca” no celular; confira

Um técnico de informática acabou sendo envolvido em uma grande polêmica depois que recebeu um pedido inusitado de um pastor para ocultar as informações do seu celular entregue para passar por reparos em uma loja de assistência técnica de Itaboraí, na região Metropolitana do Rio de Janeiro.


A repercussão do caso foi surpreendente e atingiu incríveis seis milhões de visualizações no TikTok, depois que técnico identificado como Zalmir Ferreira compartilhou pedido desesperado do dono do celular para evitar que a esposa descobrisse supostas “puladas de cerca”, mensagens picantes escondidas no seu celular.

“Há três semanas um casal deixou um celular na loja, ela disse que queria ver alguma coisa que tava no celular, mas que ele deixou o aparelho cair no vaso. Ela levou e falou que era para consertar e entregar só pra ela. Quando abri o aparelho, tinha um bilhete lá dentro”, revelou o técnico de informática.

Na mensagem escondida no aparelho e escrita de próprio punho, o líder religioso assume ter uma amante e pede desesperado para que o técnico diga que o celular não tem conserto. Pela farsa, o pastor deixou um “cala te boca”, de R$ 150 para que Zalmir colocasse panos quentes na situação.

“Amigo, por favor, fala que este aparelho não tem mais jeito. Se minha esposa “ver” o que tem nele, eu perco a casa, o carro, a conta bancária, a amante e as ovelhas da igreja. Em nome do pai me ajuda, está aí um agrado para você”, escreveu o marido no bilhete.

Segundo informações do portal de notícias BHAZ, Zalmir trabalha na área há sete anos e contou que jamais compactuaria com essa situação e devolveu o dinheiro ao cliente. Após consertar o celular, ele disse que o pastor retornou à loja para ameaçá-lo.

“Eu não vi o que tinha no celular, nunca olho. E como me envolvi com a história, aí que não queria saber mesmo, já tava dando muita confusão. Depois de dois dias que o celular foi consertado, ele apareceu lá sozinho, muito alterado, querendo o celular, me ameaçou dizendo que ia chamar um advogado”, afirmou.

Horas depois, com a cabeça no lugar, o pastor voltou a assistência técnica para pedir desculpas e assumir que “exagerou na dose”. “Ele reafirmou que tinha algo importante lá dentro, mas não queria falar o quê. Eu então devolvi o dinheiro dele e a cartinha, ele até brincou ‘pelo jeito não teve solução pro meu lado'”, disse Zalmir.


Nas redes sociais choveram mensagens dos curiosos para saber o que resultou esse verdadeiro “Casos de Família”, porém no último sábado (18), na sua página no Instagram, Zalmir afirmou que não tinha intenção de invadir a privacidade do casal e que se limitou a fazer o que lhe cabia enquanto técnico de informática.

“A minha área é de manutenção de celulares, notebooks. Eu não clono, bloqueio e desbloqueio. Me pedem muito pra clonar WhatsApp de marido, de filho, amante, mas não faço isso porque isso é coisa de detetive ou hacker. Seria má índole da minha parte a mulher chegar com o aparelho pra consertar e eu falar que não tem jeito”, finalizou.

Veja o vídeo:

https://www.tiktok.com/@zalmirferreira/video/7107707915875863814?is_from_webapp=1&sender_device=pc&web_id=7108293504195118598

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem