Em Manicoré e Humaitá, Amazonino defende criação da Companhia de Desenvolvimento do Madeira

O pré-candidato ao Governo do Estado pela Federação PSDB-Cidadania, Amazonino Mendes, visitou, nesta quinta-feira (28/7), municípios da Calha do Madeira, região em que prospecta a criação da Companhia de Desenvolvimento do Madeira, para impulsionar as vocações e potencialidades econômicas de cada cidade, gerando emprego e renda para o Sul do Amazonas.


Em Manicoré, o ex-governador foi recebido por uma grande carreata/motociata organizada por lideranças locais. Amazonino se reuniu com a população e expôs ideias de projetos que vai anunciar após a convenção da Federação PSDB-Cidadania, que ocorre neste sábado (30), às 10h, na quadra da Escola de Samba Sem Compromisso, zona norte de Manaus.
“Vamos transformar o Sul do Amazonas numa região próspera para gerar riqueza, emprego e renda. Nossa ideia é criar uma Companhia de Desenvolvimento para a região do Madeira, para extrativismo mineral, a agricultura, agroindústria, a piscicultura, legalizar e ordenar as atividades garimpeiras. Vamos impulsionar a economia e dar um salto na qualidade de vida das pessoas”, disse Amazonino.

Para o ex-governador Amazonino Mendes, Humaitá é a porta de entrada da agricultura brasileira e tem vocação para o setor primário na região, que já recebeu políticas públicas em gestões comandadas por ele. “É preciso desenvolver o vale da madeira que é a porta de entrada da agricultura brasileira. Venho tentando há anos. A situação está amadurecida. Humaitá tem todas as condições. O povo do agronegócio começou a criar em Humaitá novos ares, esperanças, perspectivas”, disse Amazonino Mendes, relembrando que iniciou na cidade o Terceiro Ciclo, programa de desenvolvimento do setor primário que estimulou a produção de soja e grãos em Humaitá.

Amazonino Mendes destacou a vocação de Humaitá para o setor primário. “Creiam que o futuro de Humaitá é radioso, eu garanto. Eu entendo que o avanço atual da fronteira agrícola do nosso país é por aqui. Sempre pensei e, agora, mais do nunca. Vamos à luta”, disse o ex-governador do Amazonas, por quatro mandatos.

Ações

Amazonino sempre deu prioridade na elaboração de políticas públicas e projetos voltados para o Sul do Amazonas. Foi Amazonino quem instalou o programa Terceiro Ciclo, colocando Humaitá na rota do protagonismo da produção nacional de grãos; construiu aeroporto, hospital, escolas, como o único Ceti da cidade; implantou uma unidade da Universidade do Estado do Amazonas (UEA); reformou unidades de saúde; promoveu melhorias no sistema viárias, entre outras ações.

Em recente passagem durante o mandato tampão, em 2018, Amazonino destinou investimentos que ultrapassaram o aporte de R$ 70 milhões.

Para dar maior fluidez no tráfego de carretas, Amazonino iniciou a construção do Anel Viário da cidade, cujo investimento totalizava R$ 41 milhões. O Anel Viário dará mais rapidez ao escoamento da soja, que vem de Porto Velho e passava por dentro de Humaitá até aos Portos Graneleiros. A obra não foi concluída pelo atual governo, quatro anos depois do início dos trabalhos.

Já em Manicoré, Amazonino instalou o programa Terceiro Ciclo; incentivou o cultivo de melancias; construiu aeroporto; investiu na infraestrutura da cidade, estimulou o agronegócio, construiu escolas, delegacia.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem