​​Escola de Contas promove palestra sobre “Direitos das crianças, adolescentes, mulheres e idosos”. Inscrições estão abertas

A Escola de Contas Públicas do Tribunal de Contas do Amazonas (ECP/TCE-AM) realizará no próximo mês, 9 de agosto, das 8h30 às 12h, no auditório da Corte de Contas, a palestra ‘Ciclo de Vida: Direitos da Criança, do Adolescente, da Mulher e do Idoso’.


As inscrições para o evento, que é gratuito e aberto para a comunidade externa, podem ser feitas por meio do endereço virtual www.ecpvirtual.plataformaensineonline.com. Os participantes serão certificados.

“O Tribunal de Contas está de portas abertas a todos que desejam participar desse importante encontro que trata de direitos fundamentais adquiridos na nossa sociedade. Esse é um tema de extrema importância e que precisa ser sempre revisitado com o intuito sempre de avançar em busca de melhorias e da conquista de novos direitos”, comentou o coordenador da ECP-AM, conselheiro Mario de Mello.

As palestras serão ministradas por três importantes nomes da sociedade amazonense que lidam diretamente com grupos de pessoas em situação de vulnerabilidade, entre eles a desembargadora Vânia Marinho, que irá tratar sobre ‘Direitos Constitucionais da Criança e do Adolescente à luz da doutrina da proteção integral.
Também irão palestrar a juíza Elza de Mello, com o tema ‘Direito das Mulheres: Surgimento e Evolução”, além do doutor Euler Ribeiro, da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI), que irá ministrar a palestra ‘Envelhecer é um privilégio com saúde e proteção”.

Conforme a diretora da Escola de Contas Públicas, Solange Ribeiro, além dos temas de direitos humanos, o encontro também lembrará algumas conquistas sociais que estão comemorando aniversário.

“O evento aborda a proteção da pessoa humana, das crianças, adolescentes, mulheres e idosos, principalmente as que estão em vulnerabilidade. As temáticas das palestras foram organizadas em ordem cronológica, obedecendo ao ciclo da vida, em alusão a datas importantes que estão sendo comemoradas, como os 32 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), os 16 anos das Lei Maria da Penha, e o Dia dos Avós, comemorado em julho”, disse

Ainda segundo a diretora, a promoção de uma ação com essa temática agrega conhecimento e difunde o assunto de maneira pedagógica e assertiva.

“O evento visa orientar a sociedade sobre a importância dessas legislações que trouxeram garantias visando a proteção e o cuidado em cada uma das fases da vida, portanto nós convidamos a todos a participarem dessa grande celebração”, concluiu.

O evento terá carga horária de 4 horas, com disponibilização de certificado para os participantes após o encontro. Para maiores informações sobre a atividade ou outros cursos da instituição, acompanhe as redes sociais do Tribunal ou da ECP-AM.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem