Imagens fortes! Mulher completamente nua e com sinais de estrangulamento e estupro é encontrada morta no Alvorada 3

No final da tarde desta quarta-feira, 29, uma mulher que estava completamente despida, foi encontrada morta dentro de uma casa abandonada e frequentada por usuários de drogas na Rua Jaguaquara, bairro da Alvorada 3, Zona Centro-Oeste de Manaus.





Os sinais de espancamento, estrangulamento e de estupro eram visíveis e vários moradores relataram para os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros que aquele local é ponto de orgias com consumo de entorpecentes e bebidas quase todos os dias.

A mulher não foi identificada e pode ter sido levada de outra área para dentro da casa onde foi encontrada sem vida, nua e em cima de uma cama velha, dentro de um quarto completamente imundo, onde havia latas e garrafas de bebidas alcoólicas completamente vazias.

Os policiais civis e militares que atenderam a ocorrência se depararam com ratos, baratas e outros insetos peçonhentos andando por cima do corpo da mulher que já devia estar morta em cima daquela cama completamente suja, desde o início da madrugada de hoje.

Alguns garotos que residem naquela e que vez por outra entram na casa abandonada para brincar e juntar as latas de cervejas vazias deixadas pelos frequentadores, foram os primeiros a se deparar com o corpo despido da mulher e correram assustados para avisar outras pessoas.

Depois que chegou ao local, uma equipe da 10ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) constatou que realmente havia um cadáver do sexo feminino dentro da casa abandonada, e a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros foi comunicada.

A equipe de perícia confirmou no exame preliminar no local do crime que havia marcas de agressões e estrangulamento da mulher, que estava com o pescoço bastante roxo e pelas condições gerais do corpo a sessão de espancamento, estupro e morte, os assassinos foram impiedosos.

A noite já estava começando quando chegou ao local a equipe do Instituto Médico Legal para colocar o cadáver no carro-tumba e remover para a sede do órgão situada no bairro da Cidade Nova, onde seria realizado o exame de necrópsia.

A morte brutal da mulher desconhecida será investigada e os moradores da Rua Jaguaquara chegaram a revelar nomes de usuários de drogas que são vistos entrando constantemente na casa abandonada e que agora figuram como suspeitos de envolvimento no crime.






Fonte: Portal do Zacarias 

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem