Pauderney repudia novo ataque à Zona Franca: “precisamos reagir”

Conhecido pela constante atuação em defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM), o ex-deputado e pré candidato a deputado federal, Pauderney Avelino (UB) repudiou o novo ataque contra o modelo econômico do Amazonas a partir do Decreto n° 11.158, de 29 de julho de 2022 do governo federal, que zera o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos concentrados de refrigerantes.


Atualmente o Amazonas conta com empresas gigantes que atuam no ramo, como a Coca-Cola e Ambev, que serão diretamente afetadas resultando na perda de milhares de empregos, pois as empresas perdem o incentivo de produzir na região.

“O Governo Federal vem com um novo ataque à Zona Franca de Manaus. Mesmo com o assunto estando já decidido pelo Supremo Tribunal Federal. Agora nós precisamos novamente reagir. É impossível ter paz, ter segurança jurídica com o governo atacando sempre a Zona Franca de Manaus. Nós vamos reagir. Nós precisamos reagir. Chega de tantos ataques. Chega da falta de compromisso para com o estado Amazonas e para com a nossa Zona Franca. Vamos reagir e vamos repor novamente os benefícios da Zona Franca de Manaus”, declarou Pauderney em um vídeo publicado, neste sábado, 30/7, nas redes sociais.



Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem