Prefeitura destaca em webconferência ações de saúde básica na zona rural de Manaus

A Prefeitura de Manaus promoveu, na tarde de quarta-feira, 27/7, uma webconferência sobre as ações desenvolvidas na zona rural da cidade para promoção da Atenção Primária à Saúde (APS). 


O intuito foi explicar aos demais profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) como funcionam os processos de trabalho no território rural e quais as especificidades para o atendimento dessa população.

A atividade faz parte do “Diálogos na APS”, estratégia da secretaria para proporcionar a capacitação permanente dos servidores, com transmissão pelo canal da Semsa no YouTube, aberta ao público em geral. Nesta edição, foram tratadas questões como a dimensão territorial da zona rural de Manaus, as tipologias do território e formas de acesso, processos de trabalho e experiências exitosas.

Os palestrantes do Diálogos na APS foram a subsecretária de Gestão da Saúde, Aldeniza Araújo de Souza, o diretor do Departamento do Distrito de Saúde Rural (Dedisar), Rubens Souza, a gerente de Atenção em Saúde do Dedisar, Janiete Barbosa, e o gerente de Condições Crônicas, Dario Aguiar.

“A secretaria tem buscado viabilizar melhores condições para a execução das ações na área rural, valorizando o profissional e mantendo o compromisso com a população. Estamos obtendo muito êxito nessa área por conta do apoio desses servidores, que trabalham com o objetivo principal de cuidar da saúde dos usuários da zona rural, respeitando as suas limitações”, disse Aldeniza Araújo.

O diretor do Dedisar, Rubens Souza, destacou que os desafios começam no acesso ao território rural, feito por estradas, ramais, vicinais e pelos rios e igarapés do município. Apesar disso, os profissionais avançam até as comunidades mais distantes para garantir a assistência em saúde dos moradores.

“Esse é o momento de divulgarmos as ações de saúde que são realizadas de forma rotineira na área rural de Manaus, tanto nas calhas dos rios Negro e Amazonas quanto nas rodovias BR-174 e AM-010. Nós conseguimos alcançar aquele morador de mais difícil acesso, ofertando uma estrutura que se adeque à realidade dele e as melhores condições para o seu tratamento, seja de malária, hipertensão, diabetes, entre outros agravos que combatemos”, contou Rubens.

A gerente de Atenção em Saúde do Dedisar, Janiete Barbosa, contou que a webconferência teve o intuito de compartilhar as vivências do território rural com os colegas que atuam na zona urbana. Experiências exitosas também foram apresentadas, que podem ser adaptadas para as demais unidades da secretaria.

“Realizamos uma troca de experiência junto aos demais trabalhadores da Semsa para mostrar que, com muita garra e determinação, qualquer profissional pode desenvolver de forma adequada a assistência em saúde, independente do território ou logística, ele consegue fazer desempenhar seu compromisso com essas pessoas, o que vai depender muito da vontade de fazer”, afirmou Janiete.

A Semsa promove a assistência em saúde à população da zona rural por meio de equipes multidisciplinares, compostas por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, bioquímicos, Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes Comunitários de Endemias (ACE), entre outros. São quatro unidades básicas distribuídas pelas rodovias BR-174 e AM-010, três unidades com acesso fluvial e duas unidades fluviais, que funcionam em embarcações, além de 11 pontos de apoio atuantes nas calhas dos rios Negro e Amazonas.

“A gente sabe que 93% do território do município de Manaus representa a área rural, e estamos envolvidos em estruturar ainda mais essa rede para qualificação dos processos de trabalho. A Semsa reconhece os esforços que esses trabalhadores desempenham para levar nossas ações às regiões mais distantes do centro urbano, e fico feliz que hoje podemos divulgar e dar visibilidade a esse trabalho”, afirmou Dario Aguiar, representando o departamento de Atenção Primária.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem