Prefeitura lança plataforma para fomentar práticas inovadoras na Atenção Primária à Saúde

A Prefeitura de Manaus lançou, nesta terça-feira, 5/7, a “Comunidade de Práticas” (CPS), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), uma plataforma que terá como foco o desenvolvimento de ações inovadoras para aprimorar os serviços da Atenção Primária à Saúde (APS).


O lançamento foi realizado no auditório da Universidade Paulista (Unip), no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, e contou com a participação de servidores da secretaria e representantes de instituições de ensino.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Djalma Coelho, a plataforma foi desenvolvida pela Escola de Saúde Pública (Esap) para compartilhamento de experiências exitosas entre os servidores da Semsa, com o intuito de organizá-las no ambiente virtual de aprendizagem da Esap. Os profissionais poderão acessar a CPS por meio do link bit.Iy/comunidade_de_praticas.

“Todas as pessoas, em qualquer nível de atuação, sejam da gestão ou do atendimento ao público, podem compartilhar as práticas que tiveram resultados positivos em suas áreas de atuação. Dessa forma, a gestão pode conhecer essas atividades e quem foram os idealizadores, para que elas possam ser replicadas em outras unidades”, informou Djalma.

A Comunidade de Práticas da Semsa foi desenvolvida pela equipe do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges), da Esap, responsável pela formação e qualificação da rede municipal de saúde. A diretora-executiva da Esap, Karina Cerquinho, afirmou que a iniciativa vem ao encontro das necessidades de criação de espaços de interação e inovação na Semsa.

“A Comunidade de Práticas é uma iniciativa importante que atende a necessidade de benchmarking entre os espaços de trabalho da secretaria e está alinhada e pactuada no Plano de Governo do prefeito David Almeida, no eixo saúde municipal, fomentando ideias, tecnologias sociais e inovações”, comentou.

Segundo Karina, a ideia também é levar ao conhecimento de toda comunidade interna e externa da Semsa as iniciativas desenvolvidas na APS em prol dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

O lançamento da plataforma contou com apresentação da professora das universidades federais do Amazonas (Ufam) e de Santa Catarina (UFSC), Vânia Marli Schubert Backes, pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) com o tema “A construção de redes colaborativas no trabalho em saúde”.

“Nós abordamos as questões de conhecimento teórico sobre as Comunidades de Práticas, as nossas pesquisas e experiências desenvolvidas sobre o assunto, para que possamos motivar os servidores e confirmar que essa ação é realmente efetiva e de sucesso. Esperamos que o grupo acredite e possa estar se mobilizando nessa participação, porque a comunidade é interativa”, destacou.

Fotos - Henrique Souza / Semsa

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem