*Amazonino anuncia na convenção que vai triplicar o valor do auxílio estadual*

O ex-governador Amazonino oficializou Humberto Michelis como candidato a vice-governador


O ex-governador do Amazonas, por quatro mandatos, Amazonino Mendes (Cidadania), informou que se eleito durante o pleito de 2022 irá triplicar o valor do auxílio estadual, cujo valor atualmente é de R$ 150. 

O anúncio se deu neste sábado (30/07) durante a convenção da Federação PSDB-Cidadania que oficializou a candidatura de Amazonino ao Governo do Estado e do candidato a vice-governador, o ex-deputado estadual Humberto Michelis (PSDB), ocorrida na quadra da Escola de Samba Sem Compromisso, zona norte de Manaus.

No conjunto erguido por Amazonino Mendes, o Nova Cidade, bairro de mesmo nome, o candidato disse que o valor atualmente do auxílio estadual é muito aquém do que a população hipossuficiente merece. “Vocês estão vendo este cartãozinho (auxílio estatual) aqui, que o governador sovina? Porque R$ 150, ele (atual governador) usa para encher o buraco do dente quando come. Insensível, tenta comprar o povo já que ele não fez nada. Não cuida de nada, pelo contrário, é de extirpe história. O povo está desempregado, sofrido, desesperado. E ele quer comprar com esse cartão. Eu vou dar, no mínimo, três vezes mais o valor desse cartãozinho”, declarou Amazonino, relembro que foi o primeiro gestor a criar no Amazonas um benefício financeiro, chamado Direito à Vida, em governos anteriores.

Amazonino Mendes disse que decidiu ser candidato e tentar o quinto mandato do Governo do Amazonas para cuidar do povo, a quem sempre dedicou a sua vida, em gestões passadas. “Quero ser candidato para cuidar de ti. O povo ficando cada vez mais pobre e nós vamos mudar isso, vamos gerar emprego. Eu tenho muitos projetos e vocês sabem que eu faço. A minha ideia é fazer as famílias felizes e você só pode ser feliz quando teus filhos saírem de casa para irem ao colégio e não sofrerem absolutamente nada voltarem como saíram, ilesos. Eu quero um povo altivo e independente. Eu não aguento mais as filas do hospital; eu não aguento a falta e o roubo descarado de remédios. Nós estamos aqui para mudar isso e nós vamos mudar”, falou o ex-governador.

De acordo com Amazonino, a sua candidatura vai colocar o Amazonas em novo caminho, de projetos que beneficiem diretamente a população amazonense. “Nós não queremos um governador para enriquecer, muito menos um governador que nunca meteu um prego numa barra de sabão para te governar. É por isso que o velhinho não fica velho. o velho está tinindo. Eles que tomem cuidado. Porque o que estão fazendo e fizeram com o povo, eu não vou perdoar. E não se iludam, vai muito nego para o xilindró”, disse o candidato.

Vice

Humberto Michelis, que já foi ex-prefeito de Maués, secretário de Estado de Educação, e deputado federal, disse que é uma grande honra ser candidato a vice-governador do Amazonas, ao lado de Amazonino, o qual ele classifica como o maior governador da história do Estado.

“Não sou vice de um governador qualquer. Sou vice do campeão brasileiro, que já teve quatro mandatos como governador do Estado. Chego pelas mãos dele. Há um ano, o ‘Negão’ me chamou e me perguntou se eu aceitaria ser candidato a vice governador e eu disse ‘governador é uma imensa honra, mas o senhor sabe que eu estou fora da política há 16 anos. Eu não tenho voto. Eu não tenho partido político. Mas o Amazonino virou para mim e disse ‘Mas Humberto, você tem conceito, decência e todos os cantos que você ocupou, você ocupou com dignidade”.

Senado

O ex-prefeito de Manaus Arthur Neto (PSDB) foi oficializado candidato ao cargo de senador pela Federação PSDB-Cidadania. Nos não temos compromisso com erros, com a corrupção. Nós não temos compromisso com desleixos em relação ao Amazonas. Nós não temos compromisso com a omissão em relação aos projetos que são votados em Brasília (DF) sem que o nosso pessoal eleito pelo povo para defender o povo se mexa, derrube, faça o que estiver ao seu alcance e o que estiver acima de seu alcance, para chegarmos ao fim e ao cabo a vitórias para o estado do Amazonas.

Esperança

Maria do Socorro Ferreira, 66, professora aposentada, disse que não há outro político capacitado para substituir o legado de Amazonino no estado. “Ele é a única salvação para gente é ele. Esse atual governo foi, de todos os governos que já tiveram, de última qualidade. Eu perdi familiares na pandemia e disse dentro do Hospital 28 de agosto que se Amazonino estivesse no poder, jamais isso aconteceria”, comentou a professora.

A quadra da escola de samba recebeu mais de cinco mil pessoas durante a convenção da Federação PSDB-Cidadania. Lideranças políticas da capital e dos munícipios do interior do Amazonas estiveram presentes para declarar apoio ao Amazonino e Humberto.

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem