Em primeiro discurso como candidato ao governo, Ricardo Nicolau diz que é preciso romper com o atraso e dispara: ‘Acabou o rouba, mas faz’

O candidato ao governo do Amazonas pela coligação “Nós, o Povo” (Solidariedade/PMN), deputado estadual Ricardo Nicolau, criticou a falta de compromisso dos políticos que se revezaram no governo do Amazonas nos últimos 40 anos e que não trouxeram resultados para a população, que sofre com a fome, a explosão da violência e as filas intermináveis da rede pública de saúde.


A declaração foi feita no último domingo, 31, durante a convenção do partido.

Ricardo Nicolau afirmou é preciso romper o atraso e mudar a forma de governar. “Estamos aqui rompendo com as práticas da velha política que, há 40 anos, atrasam a vida do nosso povo. Acabou o ‘rouba, mas faz’, acabou o ‘mais rouba do que faz’, acabou o ‘rouba, rouba e nada faz’”, disparou. “Aqui celebramos um pacto profundo entre a minha vida e a vida de todos os cidadãos que vivem nos 62 municípios do Amazonas. Aqui iniciamos a caminhada para fazer a mais profunda transformação em nossas vidas.”

Durante o discurso, Ricardo Nicolau se dirigiu diretamente a seus possíveis adversários na eleição de outubro. “Amazonino, você merece todas as homenagens do povo, mas tudo tem seu tempo. Eduardo Braga, você já teve sua oportunidade: prefeito de Manaus, duas vezes governador e senador. Agora, os tempos são outros. O Amazonas quer um governo honesto e realizador e rejeita a arrogância e quem só age em interesse próprio’, disse.

Governo incompetente

Ricardo Nicolau disse que grande parte dos problemas do Amazonas é de responsabilidade do atual governo que deixou, inclusive, faltar oxigênio nos hospitais durante o auge da pandemia de Covid-19 em 2021. Pacientes das unidades de saúde geridas pelo Estado morreram asfixiados na pior crise já registrada na história do sistema público.

“Wilson Lima, vou resumi-lo em uma palavra: decepção. Você fez o governo mais incompetente e desastroso da história política do Amazonas. Mas fique tranquilo, você já foi julgado pelos amazonenses. Nós jamais esqueceremos o que você fez e o que você não fez na maior crise da saúde pública do nosso estado”, declarou Ricardo Nicolau.

Propostas

O candidato anunciou a criação, como primeiro ato de governo, de um programa de emergência alimentar e voltou a defender o reajuste do Auxílio Estadual, de R$ 150 para R$ 300. Ricardo Nicolau foi o primeiro político a propor a medida diante do impacto da inflação na renda das famílias que estão em vulnerabilidade social.

Na área da saúde, o candidato afirmou que reunirá a experiência acumulada nas clínicas Pró-Saúde, no hospital Samel e no hospital de campanha Gilberto Novaes, coordenado por ele em 2020, para transformar a saúde pública do Amazonas em uma das melhores do Brasil.

Ricardo Nicolau também propõe diversificar a matriz econômica do Amazonas sem abrir mão da Zona Franca de Manaus (ZFM). A ideia é gerar emprego e renda para o povo aliando a preservação da floresta com o desenvolvimento tecnológico do estado.

Para o interior, Ricardo Nicolau defende a ampliação das linhas de financiamento para pequenos e médios produtores rurais a fim de gerar emprego e renda no interior e a destinação de 100% dos recursos do Fundo de Fomento ao Turismo (FTI) para os municípios.

A estimativa é de que o valor desse fundo seja de R$ 1,6 bilhão, mas o governo do Estado desvia esses recursos para pagamentos de despesas de outras áreas, como publicidade, sistema penitenciário e aluguel de veículos oficiais.

Fotos: Vanda Cadilhe/ Marcelo Cadilhe

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem