Prefeitura apoia projeto de aceleração para empreendedores do ramo alimentício

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), em apoio ao projeto “Corre Criativo”, do Fundo de Aceleração para o Desenvolvimento Vela (FA.Vela), oferta 35 vagas para a aceleração de empreendimentos do ramo alimentício.


As inscrições vão até o dia 8 deste mês.

Na 6ª edição, o projeto será realizado durante três meses, ofertando mentorias, oficinas, aulas e outras atividades para incentivar jovens a desenvolver e consolidar os empreendimentos. Na primeira etapa, serão selecionados 35 participantes, que irão receber acompanhamento psicológico em toda a duração do curso. Entre eles, 20 serão contemplados com bolsa no valor total bruto de R$ 600 por mês, selecionados a partir de uma análise socioeconômica.

“Estamos dando apoio para esse projeto, que fortalece a cultura empreendedora da nossa cidade. Nessa etapa, estão sendo selecionados participantes do ramo alimentício de todo o Brasil. É muito importante que pessoas de Manaus participem de oportunidades como essa”, afirmou o titular da Semtepi, Radyr Júnior.

Os candidatos pré-selecionados serão convocados para participar de uma entrevista com os organizadores, a fim de conhecer a trajetória empreendedora de cada um deles. Serão priorizadas propostas inscritas por pessoas autodeclaradas negras, mulheres, moradores de territórios vulnerabilizados, como favelas e periferias, LGBTQIAP+ e pessoas com deficiência. Para ver o edital, basta acessar a página no site https://favela.org.br/editais/. Já a inscrição é realizada no link https://bit.ly/3yY85eX.

“Durante essas duas semanas de inscrições, não tivemos candidatos da região Norte e, sabendo do nosso potencial gastronômico e da diversidade de alimentos e produtos no Norte, buscamos a parceria com a Prefeitura de Manaus, que incentiva o empreendedorismo local como parceiros nessa divulgação para alcançarmos mais nortistas, especialmente manauaras”, afirmou o assessor regional do projeto, Felipe Brandão.

Texto e fotos – Luiza Maria / Semtepi

Comentários

Obrigado por comentar aqui.

Postagem Anterior Próxima Postagem